segunda-feira, 14 de março de 2011

RESERBADO (começar a nova década a ganhar...)

Hulk não esquece os que o acarinharam: JAPÃO, o meu coração chora!
PORTO! PORTO! PORTO!
ÉS A NOSSA GLÓRIA!

Grande líder André Villas Boas
Mais um grande golo de Guarín
Grande jogatana do Fucille
UM GRANDE CAMPEÃO: JOÃO MOUTINHO

+ Tranquilidade da equipa (GRAÇAS AO GRANDE LÍDER AV-B) Rolando, Fucille, Moutinho, Incrível Hulk de volta aos golos , Guarín e SUPER DRAGÕES na Bancada!

Negativo- Desta vez nem dos comentadores temos razões de queixa.

4 comentários:

Armando Pinto disse...

Boa resposta da equipa portista, que dominou o jogo por completo, embora pudesse ter aproveitado boas oportunidades mais cedo. Conseguiu-se assim mais outra vitória, em mais uma jornada da caminhada invencível, sem tirar o pé do acelarador e consolidando a vantagem de 13 pontos para o 2º e primeiro dos últimos...!

Razão de queixa só do árbitro, que sendo lampião portou-se como tal, quer em pelo menos um dos dois penaltis que se viram e ele não assinalou, e na dualidade de critérios, sobretudo nos cartões.

http://longara.blogspot.com/

Dragus Invictus disse...

Bom dia,

Foi um jogo complicado, estivemos muito lentos na circulação, e apesar do domínio e controlo absoluto do jogo só mesmo à bomba abrimos o marcador.

Para complicar mais, tivemos inexplicavelmente uma União da Leiria, que luta por um lugar europeu, a jogar num esquema ultra defensivo, que nos complicou imenso as acções atacantes.
Depois de termos apanhado um Guimarães com atitude idêntica no Dragão, é mau para o futebol português que equipas que lutam por lugares europeus, joguem este tipo de futebol, típico de clubes que lutam pelo ponto para não descer de divisão.

Depois tivemos um "Cómico" Machado que escamoteou 2 penaltis claros, e marcou o mais discutível...pois o resultado já estava feito.

Arbitragem péssima, num jogo fácil de apitar, de um árbitro desnorteado que nem deixou a primeira parte chegar aos 45 minutos.

Guarin, Belluschi e Hulk foram os principais timoneiros desta vitória, efectuando boas exibições.

Moutinho e Varela estiveram um pouco abaixo do esperado.

James entrou muito bem no jogo, Falcao lutou imenso e só pecou na finalização. Na defesa nada a apontar, estiveram seguros e tranquilos.

Faltam 2 vitórias para a consagração, que esperemos que seja na Luz.

Abraço

Paulo

http://pronunciadodragao.blogspot.com/

Dragaopentacampeao disse...

Foi o jogo possível frente a um adversário estarrecido de medo que se fechou a sete chaves para evitar nova goleada.

O Porto sentiu muitas dificuldades para criar espaços e não aproveitou duas ou três situações privilegiadas para fazer o golo durante a primeira parte.

No segundo tempo, com as alterações introduzidas por AVB, o golo surgiu em mais uma «bomba» de Guarín (o colombiano está de pé quente), como corolário natural do trabalho ofensivo da única equipa que tudo fez para ganhar o encontro.

Sem a propaganda bacoca dos pasquins amestrados, o FC Porto regista esta época, em 23 jogos, a marca impressionante de 21 vitórias e dois empates, 13 pontos de vantagem, melhor ataque, melhor defesa, o goleador do campeonato, onze vitórias consecutivas... Uff!

...Se isto fosse da autoria do clube do regime, não faltariam programas especiais de TV, cartazes nas ruas, capas e mais capas de pasquins, entrevistas às estrelas...

Um abraço

The Blue Factory of Dreams disse...

Parabéns pelo blogue.

Interessado em troca de links?

http://thebluefactoryofdreams.blogspot.com/