domingo, 28 de novembro de 2010

A APAF tentou golpear o Líder...




NEGATIVO
Patada assassina de Manique sobre o João Moutinho impune.
Golo do Sporting em Fora de Jogo
Maicon não toca no "Palhaçotuga Liedson" que deveria ter levado amarelo por simulação.

POSITIVO
Villas, Moutinho, Falcao e Otamendi

SCP 1 FCP 1 (Falcao)
fotos MaisFutebol

2 comentários:

Armando Pinto disse...

Depois do Sporting - F. C. Porto: Manteve-se a distância pontual entre os dois contendores e o Porto segurou o primeiro lugar com grande distância, como, sobretudo, conservou a invencibilidade.
Pese o empate ser o mal menor, para ambos os clubes que estiveram em compita neste Sporting-Porto, ficou contudo um sabor sem paladar pela forma como aconteceu, atendendo a que o golo do Sporting foi obtido em posição de fora-de-jogo, e, assim sendo, a arbitragem teve influência no resultado... além de uma escandalosa dualidade de critérios patenteada em não ter expulsado directamente um atleta, Maniche, do Sporting, que praticou uma autêntica agressão vista por todo o mundo, enquanto do outro lado da barricada pôs o Porto a jogar com menos um elemento, após o artista do costume, Liedson, se ter lançado para o chão ao sentir um ínfimo contacto... Só que, apesar de o F C Porto ter ficado em inferioridade numérica, demonstrou superioridade em valor e querer até ao fim, acabando a contenda sem que os lisboetas conseguissem os seus intentos e os Portistas continuem no cimo do pódio deste Campeonato da Liga Portuguesa.
Mais, depois da celeuma anterior que animou ocenário... Moutinho teve interferência directa, perante uma boa exibição e assistência no golo - em jogada saída dos pés precisamente de João Moutinho para Hulk e deste para a entrada vitoriosa do goleador Falcão...!

http://longara.blogspot.com/

Dragaopentacampeao disse...

Jogo do FC Porto com duas faces. A primeira correspondeu a um FC Porto expectante, dando a iniciativa ao adversário. Pouca agressividade, nenhuma dinâmica, pouca velocidade, incapacidade de progredir no terreno, que durou praticamente toda a primeira metade do encontro, onde Falcao podia ter sido o primeiro a marcar, logo aos 9'.

A segunda, com uma nova atitude, a de campeão, que empurrou o Sporting para a sua área. Criou oportunidades de golo e marcou mesmo.

Depois da expulsão de Maicon, AVB teve de fazer ajustes à equipa e ao objectivo. Defender foi a palavra de ordem.

Resultado possível face a uma arbitragem inclinada!

Um abraço