sábado, 16 de outubro de 2010

Mais do que um jogo ...



(...)Nas bancadas, estava Madjer, o verdadeiro, que vibrou com a revisitação daquela noite. "Passámos uma 'bonne soirèe'. Furlan faz tudo o que eu fiz e foi um bom espectáculo", disse o argelino, emocionado com "as boas recordações" daquele jogo, do clube e da cidade Invicta.

E, agora, será o FC Porto treinado por André Villas-Boas capaz de reeditar as glórias de há 23 anos? Madjer não descarta a possibilidade. "O FC Porto é um candidato sério e pode ir longe na Europa", admitiu, ao DN. E quem pode ser o novo Majder do FC Porto: Hulk? "Sim, porque não?", respondeu o argelino, com a mesma agilidade com que desviou aquela bola com o calcanhar.

http://dn.sapo.pt/desporto/porto/interior.aspx?content_id=1687476

2 comentários:

condor disse...

Era fenomenal este Argelino!
Foi graças a jogadores como ele que a azia lampeonica desenvolveu o famigerado pito dourado!

Dragus Invictus disse...

Bom dia,

Grande festa nas bancadas, com 41 mil espectadores a darem colorido ao Dragão.
Perto de 5 mil adeptos vindos de Ponte de Lima, para apoiarem a sua equipa, foi fantástico.

O FC Porto venceu naturalmente o jogo, pois é mais forte, e por isso cumpriu o seu dever.

Este jogo era uma oportunidade para os que menos jogam se afirmarem como alternativas aos habituais titulares.

Na defesa Rafa foi o melhor. Sapunaru esteve muito lento, Sereno não esteve nada sereno, e Otamendi foi ultrapassado com facilidade no golo de honra do Limianos.

No meio campo Ruben Micael esteve muito nervoso, errou demasiados passes, reclamou muito. Este não é o Ruben da época transacta. Penso que é necessário um trabalho psicológico com ele. Deixou-se ir muito abaixo, teve lesão, teve uma amigdalite, que também ajudaram, mas penso que o que lhe falta é confiança. Só o melhor Ruben conseguirá disputar o lugar de Belluschi.

Souza esteve bem nos lançamentos longos. Guarin muito forte fisicamente empurrou muitas vezes a equipa.

Hulk, ontem capitão, foi o desequilibrador do jogo, menos individualista do que habitual, fez algumas assistências para golo, mas só uma foi convertida por Walter.

Varela teve uma prestação qb, marcou um golo, mas está longe da forma de inicio de época.

Walter, finalmente apareceu como alternativa a Falcao, ou quem sabe o homem que permitirá apostar num 4-4-2 nos jogos mais fechados.
É um avançado completo, muito forte fisicamente, explora bem os espaços vazios na área.
Forte na finalização com os pés, todavia só não marcou de cabeça porque Pedro Baía fez a defesa da noite.

Quanto aos suplentes utilizados, excelente a prestação de James, que merecia aquele golo mal anulado pela equipa liderada por "Cómico" Machado.
Entrou muito bem no jogo, deu vida ao ataque, foi desequilibrador, com fintas fantásticas e com uma assistência para golo de Walter.

Castro, foi dinâmico e lutador, o que é apanágio da sua forma de jogar, podia ter marcado perto do fim.

Ukra teve uma missão ingrata, entrou para extremo, mas em virtude de termos sofrido o golo, teve de recuar e fazer o corredor direito. Mesmo assim não virou a cara à luta, e teve perto de marcar de trivela.

Em suma, foi uma festa bonita, um jogo entretido, e o Limianos mereceu o golo de honra, como prémio a uma equipa que deixou o autocarro no estacionamento, e aos seus 5 mil adeptos que fizeram a festa antes e durante o jogo.

O Porto segue em frente na taça, e o Limianos fez festa, mesmo tendo perdido!

Abraço

Paulo

http://pronunciadodragao.blogspot.com/