segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Nacional 0 - FC Porto 2

+ Fernando, Villas, Moutinho, Maicon, Varela e Choupana Azul e Branca.

- Escorregadelas
Blogger Dragaopentacampeao disse...

Mais um jogo, mais uma vitória. Parece ser o lema desta equipa portista liderada por André Villas-Boas, que conta por vitórias todos os jogos oficiais disputados esta época.

Com humildade, trabalho, entreajuda, espírito de sacrifício e ambição, este grupo de trabalho faz o seu percurso imaculado, sem espalhafato, sem propaganda e sem o histerismo da CS. É assim que deve ser, é assim que eu gosto, é à FC Porto!

Não foi um grande espectáculo de futebol, longe disso, mas os Dragões deixaram evidente no relvado húmido e escorregadio do estádio Madeira a sua superioridade, selando um triunfo justíssimo que só peca por escasso, tal o número de ocasiões de golo desperdiçadas (incluindo uma penalidade máxima), umas vezes graças à exuberância do guarda-redes Bracalli, outras por ineficácia dos rematadores portistas.

Maicon foi para mim o melhor jogador portista (o melhor em campo foi Bracalli), logo seguido de Moutinho (que bela exibição)e do insuspeito Fernando.

Pena que alguns atletas tenham denotado inadaptação ao relvado (Hulk esteve desastrado)e outros aparentemente alheados do jogo.

Esta equipa merece mais regularidade exibicional pois tem matéria-prima para o conseguir, como demonstrou já esta época.

Se não puder ser Ópera, que seja a «Valsa» vienense/87, para contrastar com o Fado Calimero e a «Pimba» das papoilas saltitantes.

Um abraço

21 de setembro de 2010 12:14


2 comentários:

ultrafcporto disse...

O nosso objectivo foi alcançado, facturamos + 3 pontos, e já estamos á espera do próximo jogo, que este já faz parte do passado. Eu até atrevo-me a dizer, que mais valia acabar já com este campeonato e começar já outro. :)

Força porto allez, allez.
Cumprimentos,
ultrasfcportomatosinhos

Dragaopentacampeao disse...

Mais um jogo, mais uma vitória. Parece ser o lema desta equipa portista liderada por André Villas-Boas, que conta por vitórias todos os jogos oficiais disputados esta época.

Com humildade, trabalho, entreajuda, espírito de sacrifício e ambição, este grupo de trabalho faz o seu percurso imaculado, sem espalhafato, sem propaganda e sem o histerismo da CS. É assim que deve ser, é assim que eu gosto, é à FC Porto!

Não foi um grande espectáculo de futebol, longe disso, mas os Dragões deixaram evidente no relvado húmido e escorregadio do estádio Madeira a sua superioridade, selando um triunfo justíssimo que só peca por escasso, tal o número de ocasiões de golo desperdiçadas (incluindo uma penalidade máxima), umas vezes graças à exuberância do guarda-redes Bracalli, outras por ineficácia dos rematadores portistas.

Maicon foi para mim o melhor jogador portista (o melhor em campo foi Bracalli), logo seguido de Moutinho (que bela exibição)e do insuspeito Fernando.

Pena que alguns atletas tenham denotado inadaptação ao relvado (Hulk esteve desastrado)e outros aparentemente alheados do jogo.

Esta equipa merece mais regularidade exibicional pois tem matéria-prima para o conseguir, como demonstrou já esta época.

Se não puder ser Ópera, que seja a «Valsa» vienense/87, para contrastar com o Fado Calimero e a «Pimba» das papoilas saltitantes.

Um abraço