segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Feios Porcos e Maus = Caceteiros (SLB)




O Clube do Regime dá o exemplo ...


Rio Ave 0 - FCP 2 (Hulk x 2)
+ Hulk, Helton Fernando, Moutinho e Super na bancada central
- Walter sem sair do banco



4 comentários:

ultrafcporto disse...

O nosso FCP não começou esta partida da melhor maneira, mas acabou por terminar gerindo e muito bem o resultado. Achei o Varela um pouco cansado, e um Hulk que continua um pouco guloso, mas com um pulmão a 100%.

Cumprimentos,
ultrasfcportomatosinhos

Dragus Invictus disse...

Bom dia,

Ontem não fizemos um jogo deslumbrante, o que não impediu que tivéssemos sempre o adversário controlado e dominado. Eu apostava na entrada inicial de Ruben, para actuarmos em 4-4-2, face à valia do meio campo vilacondense, contudo Fernando, que encheu o campo novamente, Moutinho e Belluschi estiveram muito bem, e ganharam a batalha no miolo.

Adivinhavam-se dificuldades no terreno do Rio Ave, que até nem entrou mal no jogo.
Todavia, a forma agressiva e pressionante como o nosso meio campo actua, a juntar à disponibilidade para lutar pela bola do trio ofensivo, fez com que depressa controlasse-mos o jogo, e sempre que metíamos velocidade criávamos dificuldades ao Rio Ave. Marcamos com naturalidade ... assim tudo parece simples!
Tirando os últimos minutos na primeira parte, o Rio Ave pouco ou nada incomodou. Mas aí apareceu um Helton ao melhor nível, sempre seguro e a dar tranquilidade à defesa.
Aquele erro de Alvaro, que ontem acusou o cansaço natural de muitos jogos, poderia ter dado a possibilidade de empate aos vilacondenses, mas da maneira que o FC Porto está a jogar, de nada serviria pois ganharíamos o jogo.
Ganhamos um homem para as bolas paradas: Belluschi tem estado muitissimo bem, e cada bola parada apontada por ele ou Hulk representam uma ameaça à baliza adversária.
Falcao lutou imenso na frente de ataque, participou na jogada fantástica, ao primeiro toque, que deu o nosso segundo golo.
Varela esteve melhor que nos últimos jogos, fazendo assistência para golo.
De lamentar a lesão do azarado Sapunaru, que dá muita consistência à nossa defesa.
Os nossos defesas centrais ontem não comprometeram. O Rio Ave tirando aqueles últimos minutos na primeira parte, nunca teve oportunidade de incomodar.
Foi uma boa vitória num campo muito díficil. Desenganem-se aqueles que pensam que vai ser fácil vencer nos Arcos. O Rio Ave tem uma excelente equipa, com um misto de experiência e irreverência, muito bem orientada por Carlos Brito.
Espero que a paragem do campeonato não nos traga perde de ritmo, e que voltemos fortes para vencer Braga e Nacional, dois jogos muito importantes, que poderão servir de ponto de partida para uma boa época, que nos permita conquistar aquilo que por meios travessos nos foi roubado: o ceptro de campeões nacionais!

Abraço

Paulo

pronunciadodragao.blogspot.com

Dragaopentacampeao disse...

O FC Porto ainda não apresenta um futebol cativante, contudo, joga para ganhar e com maior ou menor dificuldade vai conseguindo atingir os objectivos traçados: seis jogos, seis vitórias! (liderança isolada da Liga, qualificação para a fase de grupos da Liga Europa e o primeiro troféu da época - Supertaça).

É verdade que ambiciono uma equipa que consiga juntar aos resultados as boas exibições.

Sei que é necessário tempo para a completa assimilação dos novos processos e ideias. Enquanto isso não acontece que os objectivos se vão cumprindo.

Um abraço

Artur Guedes disse...

Mais um jogo, mais uma vitória, e, mais uma vez, ficou muito a desejar.
O FC PORTO entrou, mais uma vez, e, parece que começa a ser habito, e, muito mau, amorfo, sem ideias e a espera de ver correr o tempo, ficando à espera de ver o que o jogo ia dar e de que a vitória acabaria por chegar, essa maneira de pensar faz-me lembrar um passado recente do qual não quero sequer pensar.
Muita coisa ainda há para fazer e melhorar, mas o que interessa é que estamos no lugar que queremos ficar no final, em 1º.

http://oimensovoododragao.blogspot.com